Stella Diamonds Sacola

0

4C`s

Os 4 C’s é o mais famoso método de avaliação de diamantes. Se refere a quatros critérios que são considerados em toda análise: cor, pureza, quilates e lapidação.

Color

Essa característica é uma das mais importantes para um diamante, pois quanto menos amarelado e mais incolor, mais valioso é o diamante. Eles podem ser classificados em: Incolores – Quase incolores – Amarelo muito fraco – Amarelo fraco – Amarelo claro.

Na Stella Diamonds trabalhamos como padrão a cor J, uma qualidade que fica acima do chamado padrão comercial praticado pela maioria das joalherias. É o perfeito equilíbrio entre cor e preço.

Claridade e Pureza

Os diamantes são formados nas profundezas da Terra, sob muita pressão e calor intenso, assim, é natural que eles possuam pequenas marcas. A pureza de um diamante indica a ausência ou presença dessas pequenas imperfeições.

Portanto, um diamante pode ser: Internamente perfeito; Inclusões muito muito pequenas; Inclusões muito pequenas; Inclusões pequenas; ou Imperfeito. Os diamantes de clareza perfeita são muito raros, isso porque apenas 1 a cada 5000 diamantes minerados é classificado assim.

Na Stella buscamos o melhor custo-benefício possível entre pureza e preço. Trabalhamos com a qualidade entre SI1 e VS2, qualidades consideradas acima dos padrões comerciais adotados pela maioria das joalherias.

Além do padrão adotado, nós também trabalhamos com pedras de outras classificações, baseado nos critérios escolhidos pelo cliente.

Quilates

Desde 1913, o peso dos diamantes é medido em quilates, uma medida internacional conhecida como ‘ct’ (sigla de carat, que é quilates em inglês). Cada quilate é igual a 0,2 gramas.

Além de quilates, também se utiliza o termo ‘pontos’. Um diamante que tenha 50 pontos é de meio quilate (0,5 ct), ou ainda, dizer que um diamante tem 100 pontos é o mesmo que falar que ele possui 1 quilate.

Corte e Lapidação

Essa característica do diamante é a única que é diretamente relacionada ao trabalho do homem.

Lapidação determina a simetria das faces do diamante e pode ser classificado como: Raso – Quando o corte é raso boa parte do brilho se dissipa pelos fundos da pedra. Profundo – Se o corte for muito profundo a luz acaba saindo pelas laterais.

Ideal – Quando grande parte da luz que entra no diamante é refletida pela parte de cima, através da coroa. É esse corte que garante brilho intenso e um diamante mais perfeito.

É também na lapidação que é dada a forma do diamante: round, princess, emerald, oval, entre outras.

Procedência

Construímos uma base sólida de fornecedores de diamantes ao longo desses mais de 100 anos de história joalheira.

Além disso, todos os diamantes são testados nos aparelhos PRESIDIUM mais avançados.